Previous slide
Next slide

Rondônia participa de Audiência Pública sobre Impactos do Fator Amazônico na Educação

Os impactos do fator amazônico em políticas públicas educacionais foram amplamente debatidos durante Audiência Pública realizada nesta terça-feira (18), pela Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, em Brasília. O evento aconteceu no Anexo II, Plenário 10, às 10 horas, sendo também transmitido on-line por meio do canal oficial da Câmara. O fator amazônico refere-se aos custos adicionais de logística e transporte que empresas e governos enfrentam, para implementar ações educacionais na região Amazônica.

A titular da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) de Rondônia, Ana Lúcia Pacini, representou o Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed) durante o evento, destacando os investimentos que o governo de Rondônia tem realizado para o fortalecimento do setor educacional do estado, refletindo positivamente no aprendizado dos alunos.

Durante a abertura do evento, a deputada federal, professora Maria Goreth, autora da proposta de debate, destacou a complexidade da logística envolvida na distribuição de merenda escolar em comunidades ribeirinhas, que muitas vezes depende de balsas, barcos a motor ou pequenos aviões. “A merenda escolar, que possui importância crucial, chega a tais comunidades por meio de balsas empurradas por barco a motor ou pequenos aviões. Com isso, a distribuição da merenda envolve planejamento de logística e movimenta um número significativo de pessoas e recursos, não planejados inicialmente para a elaboração da política pública.” Além disso, a deputada mencionou outras dificuldades enfrentadas por alunos e professores na região, como a necessidade de adaptar o horário de aula às marés, e o longo tempo de percurso dos alunos navegando os rios amazônicos para chegar à escola.

O governador do estado, Marcos Rocha, ressaltou a importância da participação de Rondônia na discussão. “É fundamental que estejamos presentes em debates como este, para assegurar que as especificidades da região sejam consideradas nas políticas educacionais nacionais. A participação da secretária de educação, Ana Pacini, é um passo determinante para garantir que as vozes da Amazônia sejam ouvidas.”

SOLUÇÕES

Em sua fala, Ana Pacini citou desafios peculiares da Amazônia, e ressaltou os investimentos do governo do estado em educação. “É impossível falar em aprendizagem e melhorias sem citar a climatização. Em Rondônia, 100% das escolas que integram a Rede Pública Estadual de Ensino são climatizadas. O governo tem investido em energia fotovoltaica para suportar a grande demanda de aparelhos de ar condicionado nas escolas. Essa é uma prova de que o estado de Rondônia tem como prioridade a educação, um direito de todos que deve ser garantido com qualidade, independentemente das dificuldades logísticas.

Previous slide
Next slide

Notícias Relacionadas

  • All Post
  • Agronegócios
  • coluna
  • Cultura
  • Destaques
  • Esportes
  • Estilo de Vida
  • Geral
  • Notícias
  • Polícia
  • Política
  • Popular
  • Tecnologia
  • Tendências
  • Viagem

Comente sobre a notícia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous slide
Next slide

Redes Sociais

Youtube

Facebook

Categorias

Tags

Edit Template

Assine a nossa newsletter

You have been successfully Subscribed! Ops! Something went wrong, please try again.

© 2023 Obotonews.com.br – O Boto News – Uma fonte confiável de jornalismo independente, a escolha certa para quem valoriza a credibilidade e a análise aprofundada dos acontecimentos.. desenvolvido pela CromaOn

Find Your Way!

Categories

Tags

Abrir bate-papo
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?