Previous slide
Next slide

Cerca de 2 quilômetros de canais já foram limpos nos dois primeiros meses do ano

O mês de fevereiro ainda não acabou e cerca de 2 quilômetros de extensão de canais, que passam por vários trechos da capital, já foram limpos pela Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Obras (Semob). Ao longo do mês de janeiro foram cinco canais limpos, todos na zona leste, sendo eles nas ruas Ana Oliveira, Atalfo Alves, Ubajara com Indaiá, Benedito Inocêncio e Jucurundá.

O relatório parcial do mês de fevereiro aponta números similares, com serviços feitos nos bairros Mocambo, Castanheira, em um conjunto habitacional popular e no bairro Socialista. Esse último foi um dos que mais chamou atenção pela quantidade de lixo encontrada pelas equipes que realizam a manutenção e limpeza dos canais regularmente. São inúmeras garrafas pet, além de sacos plásticos, caixas de isopor, pedaços de madeira, entre outros itens considerados lixo doméstico.

Quando descartado de forma incorreta, o acúmulo do lixo pode entupir a tubulação dos canais, que chegam a um metro de diâmetro, e podem comprometer o escoamento da água da chuva, principal objetivo dos canais. Este seria, portanto, um dos motivos dos alagamentos vistos regularmente em diversos pontos de Porto Velho.

“Essa não é a primeira, nem a segunda, nem a terceira vez que nossas equipes acompanham esse tipo de situação ao realizar a limpeza dos canais pela nossa cidade. Todo tipo de lixo encontrado nos riachos, mas o mais frequente é o das bocas de lobo. No ano passado, em trabalho realizado na avenida Calama, foram recolhidos cerca de cinco caçambas de lixo, tudo retirado das bocas de lobo que ficam nas ruas Daniela e Andréia. Até chinelos encontramos, garrafas de cerveja, latinhas, tudo que se possa imaginar. As pessoas não acreditam, mas esse lixo é o que mais colabora com o problema de escoamento da água da chuva em diversos pontos da cidade. Não adianta a Semob limpar e algumas pessoas continuarem sem a consciência de como o lixo deve ser descartado”, explicou o secretário de Obras, Diego Lage.

Caso alguém seja flagrado jogando lixo em canais, a denúncia pode ser feita à Prefeitura pelo Departamento de Postura do município, através do telefone: (69) 3901-3134.

Previous slide
Next slide

Notícias Relacionadas

  • All Post
  • Agronegócios
  • coluna
  • Cultura
  • Destaques
  • Esportes
  • Estilo de Vida
  • Geral
  • Notícias
  • Polícia
  • Política
  • Popular
  • Tecnologia
  • Tendências
  • Viagem

Comente sobre a notícia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous slide
Next slide

Redes Sociais

Youtube

Facebook

Categorias

Tags

Edit Template

Assine a nossa newsletter

You have been successfully Subscribed! Ops! Something went wrong, please try again.

© 2023 Obotonews.com.br – O Boto News – Uma fonte confiável de jornalismo independente, a escolha certa para quem valoriza a credibilidade e a análise aprofundada dos acontecimentos.. desenvolvido pela CromaOn

Find Your Way!

Categories

Tags

Abrir bate-papo
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?